Uma empresa deve ter força de mercado, um produto que seja necessário, gestão e comunicação com seus clientes. Mas você, empreendedor ou gestor, deve também se equipar para administrar um dos grandes problemas que assusta qualquer empresa: a queda nas vendas.
Vamos então falar um pouquinho sobre como podemos vencer essa queda de braço e a importância de ter uma excelente agência como parceira para a comunicação da sua empresa.

 

  1. Seja um grande solucionador de problemas. E rápido!

O administrador que se preze tem entre suas habilidades uma de grande importância: solucionar problemas. Diante desse cenário de crise que se encontra o Brasil, é normal que a economia sofra um declínio e, consequentemente, a sua empresa esteja a mercê disso.

Sabe-se que o setor comercial teve uma queda significativa nos lucros o que afetou diretamente as vendas no primeiro semestre. Isso se tornou um problema para os comerciantes, empresários, administradores de negócios, seja você de pequeno, médio ou grande porte. E é necessário que seja resolvido rapidamente para que a empresa tenha seu fluxo financeiro reestabelecido.

Caro leitor, resolver esse problema depende, apenas, de uma única palavra: conhecimento. Já dizia o filósofo francês Thomas Hobbes: “conhecimento é poder”. Nesse caso, conhecer seus negócios, estar por dentro de todas as movimentações internas e externas é o primeiro passo para tentar resolver qualquer problema que possa abalar o financeiro da sua empresa.

 

  1. Não se acomode e não faça vista grossa para o mercado digital.

É claro que tomar certas decisões sem avaliar os riscos pode ser um caminho perigoso que não consiga atender às expectativas do gestor. Entretanto, acomodar-se diante do problema é certeza de seguir a trilha errada. O mercado comercial evoluiu na mesma proporção que as tecnologias se aperfeiçoaram. Esse turbilhão de inovações gerou novas adaptações e, na velocidade com o que o mercado se modificou, ter eficiência e rapidez na tomada de decisão perante um problema se tornou obrigatório.

A internet, ainda que acessada por mais de 168 milhões de smartphones no Brasil, ainda é pouco explorada para a transação econômica. Muitas empresas não possuem sites, e grande parte das que possuem não estão otimizadas com SEO para os buscadores na web. No entanto, a maioria não investe em uma poderosa ferramenta: o marketing digital.

 

  1. Confie no marketing digital.

O marketing digital é uma nova ferramenta de divulgação digital com a possibilidade de ampliar os resultados empresariais, análises, crescimento do valor de marca e, consequentemente, aumentar a venda online.

Entretanto, adentrar no mercado digital exige uma habilidade de comunicação maior, onde o domínio dessa ferramenta requer um conhecimento mais técnico, pois não adianta apostar em um novo negócio sem um suporte necessário para sustentá-lo. As lojas virtuais são potenciais sinônimos de crescimento, visto que você tem uma loja que não fecha, trabalha enquanto você dorme, e pode facilmente caber na palma da mão do seu cliente, mas é necessário o marketing digital para saber como se comunicar com esses futuros clientes. Então, para você que deseja investir em um mercado online, trace todo um estudo em cima do perfil dos seus usuários a serem atraídos. O site tem que conversar com o usuário a fim de que ele sinta como se estivesse em contato direto com o vendedor, com a possibilidade de suas necessidades serem atendidas.

Esses ambientes virtuais estão se tornando mais seguros e conquistando mais usuários que desejam facilidades de compras, consequentemente atraem as empresas que querem aumentar suas vendas, alcançar um número maior de clientes em curto espaço de tempo e com menos custo. De acordo com a FUNABA (2012), o Groupon está investido nessa modalidade com a intenção de obter lucros:  Andrew Meason (CEO do site GroupOn),  disse que 30% de todas as transações na plataforma de social e-commerce do Groupon são atribuídos ao uso de smartphones e tablets. (…) Um dos objetivos de tantas inovações, claro, é manter e atrair novos investidores no longo prazo. O GroupOn parece ter percebido que há um limite para o tamanho do negócio dos cupons diários. Se a companhia pretende continuar crescendo, precisa oferecer outras ferramentas aos comerciantes para provar a eficácia das ofertas. (FUNADA, 2012)

Portanto, o importante não é ter respostas a todo momento, mas ter um processo delineado para se deparar com as soluções e se manter aberto as oportunidades na internet. Nessa perspectiva, a nossa proposta é que as estratégias sejam pautadas em um conhecimento sobre os possíveis acertos e erros e que o administrador tenha convicção de que o caminho para o sucesso pode, muitas vezes, ir além dos seus princípios e dos seus planos. Apostar em uma nova ideia é ter disposição para um possível crescimento. Estagnar é a certeza do fracasso.